Páginas

sábado, 28 de julho de 2012

Parque Bacacheri - Curitiba - 21 de julho de 2012



Tire suas próprias conclusões.

Matéria veiculada no site: http://campeonatosdeskate.blogspot.com.br/2012/07/mais-um-abuso-de-autoridades-em-curitiba.html, publicada no dia 22 de julho de 2012, intitulada: “Mais um Abuso de Autoridades em Curitiba”.
Os fatos noticiados reportam a Ocorrência atendida pela Guarda Municipal referente a Desacato e Desobediência, seguida de Auto de Resistência à Prisão.
Tema replicado  no endereço eletrônico: https://www.facebook.com/ojosoares, com oTítulo “Dia 21 de julho 2012. Dia ensolarado em Curitiba, bom pra andar de skate.”, postado no dia 23 de julho de 2012, publicado pelo pseudônimo: jo soares.


(clique e amplie as fotos)
Vídeo veiculado no: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=v77dETsboOI, com o Título: “GM prede o cara por estar andando de SKATE no Parque Bacach”, postado no dia 23 de julho de 2012, publicado pelo pseudônimo: Rafaelmuscle0, contendo 7 minutos e 58 segundos de gravação.
______________________________________________________________________________________

(vídeo explicativo)
______________________________________________________________________________________


Dia 21 de julho 2012. Dia ensolarado em Curitiba, bom pra andar de skate.


Meu nome é Rugieri Mateus, sou casado e tenho quatro filhos, ando de skate desde meus 12 anos e hoje estou com 36 anos e não me vejo sem praticar meu esporte favorito que é Longboard Dowhill.

Me desloquei até o Parque Bacacheri por volta das 14h15 e encontrei um amigo e começamos a andar com nossos skates de role pela ciclovia, vimos dois guardas municipais conversando com duas mulheres, quando viram nossa presença tentaram atingir eu e meu amigo com as bicicletas que eles usam pra anda no Parque, conseguimos desviar do ataque dos guardas pra não cair e se machucar, eles gritaram e falaram que não pode anda com essa merda "skate". Falei pro meu amigo vamos sai fora e continuamos nosso role.

 
Esse mesmo guarda que tentou me derrubar veio atrás de mim mas nem vi, saindo do parque já fora do parque fui abordado de maneira abusiva, esse mesmo guarda gritou comigo e com sua pistola na mão, o parque estava lotado, gritou vagabundo. Eu quando vi que era um guarda despreparado e achei que sua arma podia disparar, parei e falai o que esta acontecendo ?? Ele gritou de novo e falou deita no chão vagabundo, eu falei eu não vou deitar, o guarda se aproximou com a pistola na minha cara e falou deita... e me chutou e deu um rodão, me colocando ao solo. Nada contente pisou no meu pescoço e chamou reforço, veio um companheiro dele que aproximou e pisou no meu pescoço também, muitos filmaram, os guardas não gostaram da atitude do pessoal e falou no meu ouvido que ia me foder, me levantou com uns tapas e falou vamos lá pra salinha, que era dentro do parque, dizendo que ia me arrebentar. Eu falei pq você esta fazendo isso, ele falou - não pode mais andar com essa merda aqui no parque "skate" e falou que eu estava sedo mostrado pras pessoas o que eles iam fazer com quem for andar com essas merdas "skate" - vai se assim.


Me levou pra salinha, me pegou pelo pescoço que já tinha sido machucado com os pisões e com o braço foi me sufocando, deixando eu sem ar e quase desmaiando, os populares do parque gritaram falando que ele ia me mata e falaram pra ele parar, nesse momento muitos xingavam esses dois guardas e eu quase sem força pra anda e sem ar nos pulmões, fecharam a porta da salinha e chegaram mais uns cinco guardas, todos gritaram comigo, nem um momento deixaram eu falar, me deram cotoveladas na barriga e começaram fazer um BO dizendo que eu tinha desacatado esse guarda, dizendo que eu estava ali desde manhã aprontando, depois de muitos gritos estavam me levando pro 8º Distrito Policial que fica lá no Portão, Zona Sul de Curitiba, quanto estavam me levando muitos gritos continuaram na viatura, em meio as conversas esse mesmo guarda que me abordou falou com seus companheiros que tinha perdido a "BIRIBA" na hora q ele me derrubo e ficou em cima de mim, com tantos gritos eu pensei – será que ele usa droga ou ia colocar em mim ?? Chegando na DP mais gritos no meu ouvido, ate que me algemaram e me levaram pra uma sala na própria DP, conversei com o delegado e vou ter que responde por desacato, pedi ajuda aos populares da região e ninguém quis me ajudar com 2,60 pra pagar minha passagem, cheguei em casa de noite, vim a pé do Portão até o Santa Cândida pois não tinha nenhum real e estava todo sujo e machucado com os tapas e cotoveladas, quase fui sufocado e com dor no pescoço dos pisões."


Nenhum comentário:

Postar um comentário